BUSCA INTERNA NO SITE
BUSCA JURIDICA FILTRADA
ASSINE SUA NEWSLETTER.
FIQUE ATUALIZADO

forumjuridico.com.br apoia:
@forumjuridico.com.br

Links Interessantes

perícia

Indique este site



FORUMJURIDICO- www.forumjuridico.com.br S

COMENTARISTA DA BAND, Alberto Almeida pergunta e comenta - "onde estão nossos juízes?"- Veja o filme.

PEC 37: Atualmente, o Ministério Público é impedido de investigar em apenas três países- Uganda, Quênia e Indonésia. (Brasil Econômico)



MINISTRO DO STF JOAQUIM BARBOSA DIVULGA O RELATÓRIO DO MENSALÃO.
veja mais e faça dowload do relatorio completo:
veja aqu
i

 
DIA HISTÓRICO PARA O PAÍS.
-------DOIS DE FEVEREIRO DE 2012
O CAMINHO DA DIREÇÃO DA INTEGRIDADE DA JUSTIÇA É -------- ---REAFIRMADO
veja mais

DEZ EMÉRITOS NOMES DA ÚLTIMA DECADA DO SECULO:
Temos grandes nomes da última decada do século XX em nossa nação. Ressalta-se Fernando Henrique Cardoso que põe de pé o Plano Real, em 1994 que, a par de um programa de privatização que enxugou o Estado, deu o grande folêgo e riqueza que regaram o inicio do seculo XXI.
Temos outros eméritos nomes, como Ariston Gomes Pereira que, após um minuto de entrevista Jornal Nacional da TV Globo, em 1997, abordou o tema do grampo telefônico, (escuta telefonica), citando a Justiça como o caminho justo e reto para realização da investigação crimiminal. Procedimento que não era da nossa cultura judiciária, e a partir daí, nela se incorporou viabilizando o grampo telefônico. Com o crime e a corrupção mais vulneráveis a Justiça pode cumprir com mais precisâo e justeza seu trabalho. Sendo ela um dos tripés da constituição de uma nação, se fortaleceu, garantindo um Estado Democrático de Direito. Prezado usuário, de sua contribuição: : contato




Stock Info Market Monitor
variação em tempo real das Bolças de Valores no mundo e na BOVESPA

MANIFESTAÇÃO EMERGENCIAL- Assejur/Dpge-rj diante da promulgação da emenda constitucional numero 66/10- DISSOLUÇÃO DO CASAMENTO CIVIL- DIVÓRCIO Baixe o parecer clicando aqui.

direitos basicos fundamentais não estão preservados. Veja o filme

Os limites dos atos editados pela OAB e algumas ilegalidades.
A rigor, um fato é que a OAB é dirigida por advogados com mais renome e tradição. Leia a conclusão do autor, o Promotor André Luis Alves de Melo:.saiba mais

Legislação sobre spam levanta dúvida sobre o uso do e-mail-veja mais

Você é advogado.
Negociação de honorários de sucumbência deve respeitar a Constituição:
O ministro Celso de Mello apresentou, nesta quarta-feira, o desempate à votação do Plenário acerca da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 1194. Para ele, o caput do artigo 21 da Lei 8.906/94, conhecida como Estatuto da Advocacia, é parcialmente inconstitucional e seu texto, embora não tenha de ser modificado, precisa ter interpretação limitada ao que diz a Constituição Federal. O artigo 21 do Estatuto da Advocacia estabelece que nas causas em que for parte o empregador, ou pessoa por este representada, os honorários de sucumbência são devidos aos advogados empregados. Desde a concessão da liminar, esse dispositivo estava suspenso até o julgamento finalizado com o voto do ministro Celso de Mello. Em março de 2004, o então ministro Maurício Corrêa, relator da ADI, disse entender que a sucumbência é um direito disponível e confirmou o entendimento firmado no julgamento da liminar, quando se decidiu que a verba de sucumbência pertence, em regra, ao advogado da parte vencedora – diferentemente do que prevê o Estatuto. Corrêa julgou a ADI procedente em parte, quanto ao artigo 21 (caput e parágrafo único), para lhe dar interpretação conforme a Constituição, admitindo, assim, a negociação sobre os honorários da sucumbência. O voto de Celso de Mello também foi no sentido de, sem reduzir o texto do Estatuto, limitar sua aplicação aos casos em que não haja cláusula contratual que estipule uma orientação diferente.

Onze parlamentares investigados no Supremo vão presidir comissões do Congresso
Das 31 comissões permanentes do Congresso Nacional, muitas delas serão comandadas por 11 parlamentares que estão sendo investigados ou processados no Supremo Tribunal Federal. Entre os 11 presidentes de comissões do Congresso sob investigação está o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), denunciado pelo Mensalão mineiro, esquema corruptor que deu origem ao muito mais elaborado processo corruptor montado pela direção nacional do PT (José Genoíno, Delúbio Soares e Silvinho “Land Rover” Pereira), chamado de Mensalão II, operado pelo publicitário mineiro Marco Valério, usado para comprar apoios políticos de partidos e parlamentares para o governo Lula. Eduardo Azeredo, ex-presidente nacional do PSDB, preside a Comissão de Relações Exteriores do Senado. Silas Câmara (PSC-AM), presidente da Comissão da Amazônia, depois de ter sido acusado por ex-funcionários de gabinete de embolsar parte de seus salários, agora é suspeito de falsificar a certidão de nascimento da filha adotiva para inscrevê-la no plano de saúde de funcionários da Casa. Também são investigados os deputados federais Roberto Rocha (PSDB-MA), Sabino Castelo Branco (PTB-AM), Eduardo Sciarra (DEM-PR), Elcione Barbalho (PMDB-PA), Eduardo Gomes (PSDB-TO); e os senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Leomar Quintanilha (PMDB-TO), Rosalba Ciarlini (DEM-RN) e Fernando Collor (PTB-AL). As raposas estão dentro do galinheiro.

E agora OAB ?
...revogação de mandadtos politicos...

veja também-
Ministério Público pede anulação do concurso para juiz do TJ-RJ

veja mais: 
férias dos advogados-

Você é estudante?
A NOVA LEI DOS ESTÁGIOS: LEI 11.788/08 ENTENDA MELHOR AS NOVAS REGRAS SOBRE O REGIME DE CONTRATO DE ESTAGIÁRIOS
Com o novo instrumento legal, em 5/09/2008, os estágios devem ter no máximo 6 horas diárias e 30 semanais, exceção para os alunos da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental que não poderá ultrapassar 4 horas diárias e 20 horas semanais. E ainda, com a nova lei os estudantes terão ainda direito a férias remuneradas e vale-transporte obrigatório.

Hora de Mudar
Juízes propõem medidas para reduzir lentidão da Justiça
Valorização dos juizados, informatização do processo, fim dos recursos protelatórios e a valorização das decisões de primeira instancia. As sugestões fazem parte de carta divulgadas pelos juízes federais reunidos no XXIV Encontro Nacional, no Rio de Janeiro. “É preciso enfrentar este desafio com determinação, ter um olhar abrangente e crítico dos problemas causadores da morosidade processual”, afirmam.
O encontro aconteceu no Rio de Janeiro nos dias 29, 30 e 31 de outubro de 2009.

Leia a carta: CARTA DO XXIV ENCONTRO DOS JUÍZES FEDERAIS

Diretor-geral da Enfam defende curso de DOIS ANOS PARA FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE JUÍZES veja mais

ENFAM- Restabelecida carga horária mínima de 480 horas para cursos de ingresso e formação inicial de magistrados veja mais

COMEÇA EM BRASÍLIA MAIS UM CURSO SOBRE IMPROBIDADE PARA JUÍZES veja mais

MAIS UMA LUTA- Convenção 151 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e o esvaziamento das normas protetivas. veja mais

MENSALÃO- O MINISTRO-RELATOR DA AÇÃO, JOAQUIM BARBOSA, ACOLHEU, PARCIALMENTE, os recursos do publicitário Marcos Valério, no julgamento, ao corrigir erros de transcrição do acórdão. veja mais

INICIATIVA INÉDITA NO JUDICIÁRIO: ministra Nancy Andrighi faz audiência com advogado por videoconferência veja mais

SINDISPGE.ORG.BR RS: Fase de balanço e reconstituiçao. Foram-se os dias de mobilização veja mais

Conflito intestino: PGE do RS. Abuso de autoridade em detrimento do Interesse Público. veja mais

05/2013 Delegado de Polícia é o primeiro jurista a ter acesso ao fato criminoso-- veja comentarios e novos Arts. e Lei: download- http://www.forumjuridico.com.br/delegado.pdf veja mais

Começa a vigorar Código de Defesa do Consumidor PARA O COMÉRCIO ELETRÔNICO veja mais

EX-MINISTROS DA JUSTIÇA APOIAM DESCRIMINALIZAÇÃO DO USO DE DROGAS veja mais

A ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO E OS DONOS DO PODER. veja mais